quarta-feira, 15 de novembro de 2017

LIMA PERU AMERICA DO SUL

                  
                  Lima 
                  Capital do Peru- na America do Sul


Avenidas bem arborizadas .


                               Centro histórico
                                   Biblioteca Nacional


Cidade situada na costa do Pacífico.
Clima úmido e temperatura sem extremos,devido a influência da corrente de Humboldt.No inverno, fica entre 15 e 17 graus.


Catedral de Lima



                           Centro histórico

Quando ir ?
Podemos dizer que o ano todo, nos  meses de dezembro a março o sol aparece, mas no resto do ano é nublado e quase não chove. Em Lima, ocorre no máximo uma garoa.
População em torno de 9 milhões de habitantes.
Fundacão em 18 de janeiro de 1535.

 Mansões de estilo colonial preservadas, em avenidas com jardins,  e ciclovias . 

Vemos essa avenida com poucos carros, mas o trânsito de Lima é pesado e chega a ser caótico em alguns pontos. Observamos certas infrações, muitos, não respeitam os semáforos.
Em Lima , você se surpreende com áreas arrumadas, civilizadíssimas.
E só a visita ao museu Larco, com sua coleção de arte fabulosa, valerá uma visita a cidade.
Uma peça para representar a riqueza do museu Larco

Museu Larco
Chegada ao Museu Larco


Praça defronte o museu.
Aonde ficar?

No bairro de Miraflores e San Isidro.
No primeiro, é indicado ficar perto da praça Kennedy, aonde tem muitas atrações, restaurantes, bares e compras. Em ambos, ficam os melhores hotéis da cidade. 
Tais como Ibis, Radisson,JW Marriot,Imperial Inn, Sonesta e outros mais.É muito procurado o Tierra Viva Miraflores.Os preços são equivalentes aos do Brasil. 

Em Miraflores tem o shopping Larcomar , o Parque do Amor,  e o Museu Larco.
Uma outra opção, é se hospedar no bairro Barranco, aonde a noite é animada, e é um local bonito.

Praça Kennedy- Miraflores


No entorno tem muitos bares e restaurantes. E a praça tem wi- fi para uso público. Algo que o Brasil devia copiar do vizinho.







Barranco o bairro boêmio.




Praças de  Barranco, bairro que me encantou






Casa de exposição do famoso fotógrafo peruano Mário Testino,em Barranco.


A moeda oficial do país- é o nuevo soles, com valor equivalente ao real brasileiro. Em 2014, o real era um pouco desvalorizado.
Se quiser levar reais, poderá  trocar sem problemas.
 Em Lima, aceitam cartões (em Cusco, nem todos os lugares aceitam).

Aconselho táxis, como meio de transporte,não são caros . 

Para  uma melhor visão da cidade, existe 2 city-tour. Um roteiro, pela cidade, que deve ser feito primeiro,e outro, pelas praias, ambos  interessantes.     



Nessa praça está o Palácio do Governo,residencia oficial do presidente do Peru, chamada também de casa de Pizarro.



              Monumento ao General José San Martin ( foi libertador da Argentina, Chile e Peru)
Plaza Mayor




                O"sightseeing" custa em torno de 70 a 80 reais


No centro histórico , prédios com influencia francesa.
Bairro de San Borja, muito bonito(mais conhecido como Pentagonito) 

Vejam a avenida Arequipa. (muito falada nos livros de Garcia Marquez),hoje bem moderna com ciclovia.




O que fazer?

Lima tem museus, parques lindos bem cuidados e praças . A história do Peru se revive no centro histórico.

1-Plaza de Armas- Plaza Mayor


Outros pontos turísticos :

2-A suntuosa catedral





Peças do museu da Catedral

3-O Palácio do governo


                      4  -O complexo de São Francisco, que é  formado pela igreja, monastério e tumbas.



5-Em Miraflores: tem o shopping Larcomar aberto para o Pacífico

Larcomar shopping center.


Mall aberto com bela arquitetura e ótimos restaurantes.
6- O Parque do Amor tem uma bela vista para o oceano Pacífico.Possui uma vegetação admirável e  flores de várias espécies, como também, passeios e locais para relaxar.



7-O Museu Larco, famoso pela sua coleção de arte.
           Peças antigas de muita importância são expostas. E o prédio é imponente e muito bonito,com jardins floridos e bem cuidados.

8-Ainda em Miraflores, tem o sítio arqueológico Huaca Pucillana, que fica no meio do bairro.Veja foto abaixo.

Huaca Pucillana- sitio histórico


9-Outra  atração imperdível , é o Parque da Reserva, são inúmeras fontes d'água iluminadas e coloridas, de várias formas, que se movimentam ao som de música clássica. Uma área imensa no meio da cidade. Fiquei encantada.

Lima é uma cidade famosa pela gastronomia. Em todo restaurante oferecem excelente culinária.
Cito alguns:
Maido , Central (o mais bem cotado),Le mar,Panchita,Tanta,La Quinta e o famoso 
Gaston Acurio , entre os 5 melhores do mundo.

Fica na avenida La Mar 770 Miraflores
O chef peruano comanda seis restaurantes em Lima,fora do país, são quarenta (ultima informação obtida em 2014).Em todos podemos comer ceviche dos deuses.

Aeroporto bem estruturado e organizado



Painéis do aeroporto com efeitos visuais fantásticos.

Em Lima,fiquei hospedada na casa de amigos, no bairro chic de Chacarrilla.Agradeço a gentileza dos anfitriões perfeitos e atenciosos, Vanuzia e Fred.

Ótima recordação e bons momentos.
Bairro Chacarrilla (os predios são de 3 e 4 andares e avenidas ajardinadas)
Lima é uma capital de muitas surpresas.Os problemas de transito são esquecidos com tantas opções para o turismo.Voltarei com muito gosto.
Quanto tempo ficar ?
No minimo 4 dias.Não esqueça de levar um casaquinho no verão e um bom agasalho no inverno , o vento é frio.

domingo, 24 de setembro de 2017

VALE SAGRADO - PERU


                        Vale Sagrado - Peru


Nativa visitando o local.


Paisagens do trem




Interior do trem



O Vale Sagrado fica situado entre 2 montanhas. 
Indo ao Peru, ninguem pode deixar de conhecer esse vale, formado por várias cidades pequenas com importantes sítios arqueológicos. Como Ollantaytambo,Chinchero, Salinas de Maras e Ruinas de Moray.
E tem tambem Pisac, que deve ser visitado separadamente com outros sítios.Êsse fica muito próximo a Cusco.




                  Wayras Hotel -av. Ferrocarril s/n

Chegamos a noite nesse hotel em Ollanta, que fica a uma quadra e meia da estacão ferroviária ..'Frio de 6 graus.
Recomendo o Wayras. Gostei do tratamento e do preco bom, 263 soles(269 reais), o quarto para 3 pessoas.Ótimo café da. manhã com produtos naturais , ovos , panquecas, iogurtes,pães artesanais, sucos  e café preparado na hora e na nossa frente.
Quarto grande como mostra a foto , camas excelentes e travesseiros confortáveis e macios.

As 9 da manha estávamos entrando no sitio de Ollanta.
Para conhecer o local, fica bem mais agradável nesse horário.


 
Essa área fica logo na entrada.É a galeria do templo, aonde    colocavam suas divindades de protecao, fartura, e faziam suas adoracões.




O aqueduto do sítio é bem preservado e confirma como os incas eram bons construtores.

Ollantaytambo teve tão grande importância e poder, quanto Cusco. E o povo habitante desse sitio, teve muita forca .Aqui viveu um chefe inca conhecido e respeitado, pela bravura e inteligência.

 Todas as construcões incas, ficam no alto o que muitos estudiosos dizem ser para a protecão contra ataques inimigos, e outros,dizem ser, por causa das enchentes dos rios.

O guia nos mostra a engenharia com a colocacão das pedras gigantes, bem encaixadas.  Essas pedras na sua maioria, vinham de pedreiras do alto das montanhas.


Depois de subir bastante encontramos essa portal que foi um marco da cidade. Logo depois,se vê os símbolos incas gravados numa pedra gigantesca lá no topo.









 Na volta, temos a visão dos terracos aonde eram plantados os produtos agrícolas, um assunto que dominavam . E ao longe, vemos casas de moradores locais.

Para conhecer Ollanta, você poderá sair de Cusco num ônibus em grupo, e vir conhecendo o Vale.
Quem vem de ônibus chega aqui a tardinha . Deve vir com bom tempo para aproveitar o local. E depois com a passagem já comprada, toma o trem para Machu Pichu para dormir  em Aguas Calientes.
 No outro dia bem cedo, sobe no ônibus para Machu Pichu.

Fiz o contrario, sai de Cusco de trem, no horário mais cedo e chegando em Aguas Calientes tomamos o ônibus para Machu Pichu. Voltamos de trem a noite para Ollanta  e dormimos lá.
Contratamos um guia e chofer em Cusco, que nos apanhou em Ollanta para o passeio do Vale.



   Essa foto não está muito nítida, mas podemos perceber a magnitude do lugar.      

Após conhecer  esse sítio, seguimos em direção a Urubambo.
Em Urubambo, fizemos uma parada para almoco, num buffet excelente .
Nessa pequena cidade, tivemos o prazer de provar da rica gastronomia peruana. O restaurante tinha música ao vivo, e aí tivemos  um leve descanso para seguir e conhecer as salinas de Maras.
Depois veio a visita do sitio arqueológico de Moray.
Esta tudo bem perto.
 No próximo post falarei sobre Moray , Maras e Pisac.







De saída do sítio em Ollanta, acompanhadas por um guia contratado em Cusco