CUSCO PERU


Cusco- Peru   a cidade que me encantou!



 

Nossa chegada a cidade...



Logo na chegada ao aeroporto, as 5 da manhã,fomos recebidas com chá de coca para facilitar o oxigenacão. E continuamos a beber chá no hotel....é recomendado.
No mês de outubro, a temperatura pela manha cedo, e a noitinha, fica em torno de 6 graus. Durante o dia, os termômetros sobem.
Escolhi ficar perto da Plaza de Armas, na calle Triunfo no hostal do mesmo nome.
Gostei do local e aprovei a hopedagem.

Hostal Triunfo - Calle Triunfo.
Esse balcão amarelo era do nosso quarto, local perto de tudo e da Plaza de Armas.
Camas macias e muita limpeza. O atendimento no hotel foi satisfatório.


Um dos pontos principais para uma viagem ser bem sucedida é escolher o hotel. Analiso muito bem a localização.
Esse hostal, recebeu um prêmio no ano passado .



Essa cidade, fica a 3400 metros de altitude,  com ricas igrejas , museus,  sítios históricos e muitas outras atrações. Foi construída no meio do caminho dos Incas.

 Essa visita, aconteceu no mês de outubro de 2015. Tive um total encantamento com o povo simpático e acolhedor.




Aconselho aos turistas escolherem  uma boa programacão para conhecer a cidade. Há muita coisa para ser vista .
Lembrem que existe um tour em ônibus aberto, mas não passa em algumas ruas!!!(que são interditadas)..

Outros tours, se faz caminhando um trecho, e em outro se faz de carro.

Cito aqui ,algumas atracões;
Igreja de San Pedro, na Plaza de Armas
Museu de Arte Pré Colombiano
Convento Santo Domingo (em Qorikancha)
Igreja de Santa Catalina
Igreja de São Francisco.

Outros locais interessantes: 
Mercado de San Pedro, é uma atração com o cultivo de milho de todas as cores.
O bairro de San Blas
O centro Artesanal de Cusco
A noite , danças típicas no Centro Qosquo de Arte Nativa. 
Se tiver tempo, visitem museus como o do Arcebispado.

    Qorikancha-significa pátio dourado na língua dos incas, quíchua.      É um palácio histórico foi construído todo revestido de ouro.


    


Vamos as recomendacões:

use um dia para se aclimatar
invista num hotel bacana perto da Plaza de Armas
tome chá de coca , mastigue as folhas , é digestivo, e ajuda bastante na oxigenacão por causa da altitude.
não beba o chá antes de dormir.
tenha paciência com os ambulantes insistentes.
faça todas as visitas com guias.



Os tetos de Cusco, vistos do nosso hotel

 


 Companheiras de viagem chegando, e apreciando a vista .



 Recomenda-se  repousar logo ao chegar, para se aclimatar .
 Alguns, sentem tonturas, falta de ar e um pouco de cansaco, isso quando sobem escadas e ladeiras.Outros, sentem ânsia de vômitos e dor de cabeça .
Existe remédio para o mal de alturas , e quando o caso se agrava, deve-se procurar o médico para receber oxigênio. 
Não devemos ingerir bebida alcoólica nos primeiros dias.
Deve-se fazer tudo com calma, até se acostumar.



 Tem paradas cívicas aos domingos muito apreciado pelos os turistas. 
No sábado, tivemos a oportunidade de assistir fogos em girandolas. Os espetáculos estão sempre acontecendo na Plaza de Armas todas a noites, com muito movimento na rua.

É vibrante a cidade de Cusco.

 O que se deve fazer ? 

No primeiro dia, repito, repousar logo ao chegar. Depois, fazer uma refeição leve, e dar uma ligeira volta de reconhecimento, próximo ao seu hotel . 
Trocar dinheiro e ver as lojas da área.
As oficinas de cambio estão em frente , ou ao lado da Catedral . Ao ver umas arcadas , encontrarão muitas lojas de câmbio. Em toda parte desse trecho, podem confiar e trocar dinheiro(lembrando que pode levar  o real ) .
Agora em outubro de 2015 ,o valor era assim, o soles valia 0,85 centavos, o nosso dinheiro estava mais desvalorizado. 

 Segundo dia, escolha o tour pela cidade e arredores.
 Antes de tudo, precisa comprar o "boleto " que serve para visitar as ruínas e o Vale Sagrado . É preco tabelado (o governo  tem o controle) e custa 130 soles(podendo comprar a metade por 70). Avaliei e acho que vale comprar o boleto completo .
Sem esse boleto, não se visita nenhuma ruína ou lugar em Cusco e Vale Sagrado.
Em alguns locais, ainda pagamos uma taxa por fora.
Compra-se o boleto na calle Mantas 117 


Visita a Qorikancha- um templo dourado (na época inka,foi todo coberto de ouro).

Durante o governo de Pachacutero, foi o templo mais destacado pela riqueza e adornos.As paredes eram cobertas de ouro que foram levados pelos os conquistadores espanhóis.


 Chegando a Qorikancha os nativos esperam os turistas para as fotos, com suas roupas típicas coloridas.

 Aqui também, está localizado o Convento Santo Domingo ,fundado no século XVI.  Merece uma visita e paga-se a parte. É imperdível e de uma beleza especial.
No Qorikancha, existia o local de adoracão ao sol, e lua , o altar de sacrifícios e o templo aonde previam as estações do ano  para desenvolver a agricultura. 

O tour continua para Sacsayhuaman, que fica fora da cidade de Cusco . É o sitio arqueológico mais impressionante(não tive um bom guia e não pude apreciar como deveria).
É cenário de festejos Inti Raymi ,até hoje .
Trata-se de uma construcão colossal, feita de pedras que pesam toneladas. Nessa fortaleza, passaram 5 mil homens e teve uma importância muito grande para o governo inca.


Depois dessa fortaleza, vem a visita a Pukapukara  e Tambomachay. No primeiro funcionou uma alfandega.
Esse outro era local de rituais religiosos de purificação. Podemos ver os canais e a agua, vindo das montanhas o local das cerimônias.

Na volta, posamos para fotos com os nativos.
Nas passagens para as ruínas, os nativos ficam com seus animais para os turistas fotografarem . não esqueçam de deixar uma boa gorjeta,  Fora do circuito, muitos vendedores oferecem belos trabalhos de lã, que podemos comprar com preços ótimos .Tem peças lindas (melhor do que na feira de Pisac). Confirmei a diferença.



 Os produtos de alpaca são preciosos(mas hoje em dia, as pessoas politicamente corretas , não compram alpaca). Em alguns países como Argentina, já é proibido.


  O último ponto de parada é Kenko ou Q'engo um anfiteatro.





  Ponto final do tour  próximo a Cusco . Vejam quantos ônibus de turismo  no alto.

 







Agora vamos aos bons lugares para comer.

 Em Cusco ,a culinária é maravilhosa .Nessa terra, fazem a gente ter prazer na mesa, sem a menor dúvida.

Indico os seguintes:
O Chincha ,  num prédio colossal, na plaza Regocijo 261 








 Plaza de Regocijo - aonde encontramos muitos restaurantes e sofisticadas boutiques .
Também, no entorno da praça  vemos inúmeros artistas de rua, que fazem belas pinturas a guache e até em tinta a óleo. Vale a pena adquirir esses trabalhos, feitos por pessoas da terra e com motivos cusquenhos.


Outros restaurantes:


O restaurante  café, dentro do museu MAP
O Ciciolina-na calle Triunfo 393, de tapas
(vizinho ao nosso hostal)
Jack`s Café- que curtimos num dia muito frio. Oferecem sopas , sanduíches e chocolate quente para dar mais energia.
 Pachamanca -bem cotado
E posso indicar o Don Marcelo, muito aconchegante, preço ótimo e muitas opções,

Don Tomas com um ceviche inesquecível e sobremesas deliciosas de suspiro limenho


 Brinde de pisco e ceviche.

Indico outro que nos agradou muito,  Trattoria Adriano . Além das massas ,  salmão, truta e sobremesas diversas, com preço bom.
Fica no inicio da avenida "el Sol".

Nas ruas de Cusco, encontramos muitos ambulantes vendendo peças de prata e bonequinha típicas do Peru. Deve-se fazer um ajuste de preço, aliás  (pedir um desconto) mas  comprar com eles pois vivem dessa renda.
Posso ainda indicar uma loja com preços muito acessíveis ; Artesanias- calle triunfo 381, (passaje inka roca), tienda 5,6 e7, fica em frente a um ponto turistico ,da puma e serpente, gravados na pedra pelos incas.
Foi a loja com melhores preços.
Próximo a ela, tem outras boas, com artigos bem interessantes.
Na calle triunfo, encontram-se várias outras tendas com muitas opções e preços.
Para compras de artigos simples tem também o mercado.

Gostaria de explicar, o que é o Vale Sagrado. 
São cidades, e locais distantes de Cusco, que irei falar junto com Machu Pichu.Lembrando que, Machu Pichu e o Vale Sagrado ficam 1.000 metros abaixo do nivel de Cusco. Sendo assim, melhora bastante a oxigenacao para quem sente as consequências da altitude.

Deve-se fazer um tour a parte, para conhecer o Vale Sagrado, que são as cidades de Pisac ( dedicar  um dia especial), Chinchero, Urubamba e Ollantataytambo. Ainda, as salinas de Maray, Maras e outros sitios.

 Observação- alguns nomes que escrevo e que estão escritos  diferentes, em folders e revistas de turismo, não tem explicacão, aparecem de diversas formas. Como a palavra Cusco , em muitos locais, vemos Cuzco , mesmo em artigos brasileiros. E diversos outros termos e denominações , como Sacsayhuaman .

Quem vai a primeira vez a Cusco, deve ficar no mínimo 6 dias  na cidade.E passar um domingo inteiro para ver as festividades cívicas que são maravilhosas .                                                                   Depois de desfrutar as belezas de Cusco, fomos  a Aguas Calientes para visitar Machu Pichu . 
Poderá dormir uma noite em Ollantaytambo,  acordar cedo e  subir nas ruínas locais. Dai, partir para conhecer todo o Vale Sagrado. E assim foi feito.

Nessa viagem tive como companhia as amigas: Moni Castilho e Solange Lucena. Para elas deixo  o meu agradecimento  por todo apoio e carinho recebido. 








































Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Foto de Lençóis e da Pousada Roncador - Chapada Diamantina - Bahia - Brasil

Taormina