Siracusa Sicília

 




Siracusa , fica no continente . 
É a terra do matemático e físico, Arquimedes. Foi colônia grega da Sicília. Depois, conquistada pelos os romanos, no inicio do século ll a C . Com a decadência de Roma, foi ocupada pelos os bizantinos, depois, por  árabes e normandos.
 No seu apogeu grego , Siracusa chegou a ter 300 mil habitantes no século IV, era tão importante quanto Atenas , atraindo assim muitos filósofos como Platão e foi pátria de Arquimedes .
Por muito tempo , foi o porto de maior importância desses mares.

Como chegar em Siracusa.
De carro, saindo de Palermo pegue a A 19 até Catania. Depois tome a S 114.
De ônibus, partindo de Palermo, a viagem via Catania) demora aproximadamente 3h30.
De trem o percurso mais rápido, é com baldeação em Catania, e leva quase 6 horas.
 
Avião, não há voos diretos do Brasil para a Sicília. 
Terá que descer em Roma ou Milão, com destino e conexão para Palermo.

A maior atração, é o Parque Arqueológico. 
Devemos reservar a metade do dia, para essa visitação.
É uma área enorme que leva de 2 a 3 horas para visitar todo o espaço. Duração que depende de cada um. 
A estrutura é muito boa, bilheterias na entrada, com toaletes e espaço para descansar da caminhada.
O sítio conta com um teatro grego de 140 metros de diâmetro , o maior da Sicília, cujas arquibancadas foram  escavadas na rocha.
O teatro é usado até hoje , principalmente para a apresentação de obras clássicas.

 

Seu cenário é deslumbrante , ao longe podemos ver o mar. 

No parque encontra-se também outro teatro menor, desativado.
Foto abaixo


Latomia del Paradiso - é uma imensa pedreira da época dos gregos, era o local de extração de pedras para a construção da cidade. 
Algumas cavernas, dizem ter sido utilizadas como cemitérios.


Outra atração é o "ORECCHIO DI DIONISIO".
 No formato de orelha, é uma caverna calcarea, com uma acústica forte na propagação dos sons. E segundo a lenda, o tirano prendia os seus inimigos, ouvindo todas as
conversas dos prisioneiros para castigá-los.



O "Parco Archeologico di Siracusa (Neapolis)", tem destaque e importância, local de encontro dos grandes filósofos, como Platão.

Para finalizar a visita, temos um museu a céu aberto de Arquimedes, seus trabalhos e projetos , inclusive uma mostra dos espelhos, usados na defesa da sua terra natal.

No outro lado do parque, temos um mercado com produtos para o turista . Tem de tudo um pouco, e não resisti, comprando uma camiseta com a inscrição da Sicília.
Daí tomamos o rumo de Taormina, sem antes, parar num restaurante aconchegante com refeições rápidas e ótimos sanduiches .Fazia calor e para amenizar, escolhemos um prosecco delicioso para acompanhar . 
Sem esquecer uma granita, e um gelatto de sobremesa.



Na memória ficou gravado a cor do mar Jônico em tons verdes e azuis que não conseguimos captar nas imagens. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Foto de Lençóis e da Pousada Roncador - Chapada Diamantina - Bahia - Brasil

Taormina

ORTIGIA E SIRACUSA